MENU

MAIS VISTAS

Mãe flagra filho sendo estuprado dentro de casa pelo próprio pai POLÍCIA
Mãe flagra filho sendo estuprado dentro de casa pelo próprio pai
No dia das mães, filha expõe traição da mãe: ‘obrigada por ter ficado com meu marido’ BOMBOU NA NET
No dia das mães, filha expõe traição da mãe: ‘obrigada por ter ficado com meu marido’
Chocante: vídeo de mulher com a vagina infestada de vermes INTERNACIONAL
Chocante: vídeo de mulher com a vagina infestada de vermes

INFORME

Imagem Site RIMS

A Energisa Mato Grosso do Sul está entre as Melhores Empresas para Trabalhar, segundo o Instituto Great Place to Work (GPTW Brasil), que premiou nesta terça-feira (26/6) em Goiânia, 45 empresas da região Centro-Oeste que......

MÍDIAS SOCIAIS

  • Imagem Site Logar-se
a

Já ouviu falar em 'sequestro' de rede social? Crime é real e custa caro

Hackers pedem resgate após invadir contas de YouTube e Instagram

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Já ouviu falar em

Um modalidade de crime virtual em alta é o "sequestro" de redes sociais. Hackers invadem contas de Instagram ou Youtube e cobram um resgate para devolvê-las aos internautas.

De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), de dez casos apurados de delitos digitais, ao menos seis estão relacionadas a invasão de e-mails ou redes sociais - principalmente aquelas páginas mais famosas, que geram bastante lucro aos donos.

"O foco é em pessoas com grande relevância na internet que possuem algum tipo de fragilidade em suas páginas, desde senhas fáceis até a falta de atualização de sistemas operacionais", afirma o delegado José Mariano Filho.

De acordo com a revista Veja, uma das vítimas deste tipo de golpe foi a ativista da causa animal Luisa Mell. Em novembro do ano passado, um hacker invadiu sua conta do Instagram e pediu o equivalente a 4 200 dólares em bitcoins pelo “resgate” do perfil.

"Entrei em pânico, mas resolvi o problema em dois dias com a ajuda de um especialista em tecnologia. Ele descobriu que a invasão se deu pelo meu e- mail", disse Luisa. "Hoje, uso uma senha tão complexa que levei meses para decorar", completa.

Outra vítima deste tipo de crime foi o advogado Fellipe Escudero, responsável pelo canal de moda urbana Hyped Content Brasil. No começo de junho, sua conta do YouTube, com 66 mil inscritos, foi invadida. Para não apagarem todo o conteúdo, os cibercriminosos exigiram 200 reais via PayPal para devolver a conta. "É uma mixaria, mas se eu pagar vão vir querendo mais", disse Escudero, alegando que a invasão fez com que ele perdesse várias propostas de trabalho.

Caso tenha passado por uma situação semelhante, o Instagram e o YouTube lembram que suas plataformas possuem o campo "contas invadidas por hackers" nas centrais de ajuda.

Para evitar que suas redes sociais sejam invadidas, faça uso da verificação de duas etapas, utilize senhas fortes e mude-a de tempos em tempos.

Fonte: Notícias ao Minuto

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Já ouviu falar em 'sequestro' de rede social? Crime é real e custa caro

Enviando Comentário Fechar :/
Image
Top